Já não era sem tempo. Sei que tinha prometido este post há algum tempo, mas só o quis publicar depois de ter nova data agendada, que está anunciada no final deste.

Antes de mais, partilho contigo um pouco sobre a primeira edição. Este foi um dia para nos desconectarmos da nossa vida habitual, da nossa rotina, dos nossos problemas e trabalho. Um dia para pensarmos somente em nós e nos conectarmos como um ser holístico que somos (lê mais AQUI).

Só em modo introdutório, o Conecta-te começou com uma ideia de colocar o Terra Maya num espaço fisíco. Um espaço que olhasse para o ser humano de uma forma holística. Um espaço onde fosse possível nos conectarmos com o nosso corpo, mente e alma, com o propósito de promover o crescimento pessoal e dar ferramentas para lidarmos mais facilmente com as adversidades do dia-a-dia. Tal como defendo, não existe uma fórmula perfeita e ideal para toda a gente, aliás, no que toca ao bem-estar, este não pode ser mais subjectivo. Porém, acredito que cuidarmos do nosso corpo, mente e alma, é crucial para atingirmos um equilíbrio.

Como tal, acredito – até porque foi o que aconteceu comigo – que através da prática de yoga, meditação, espiritualidade, alimentação saudável e de uma maior conexão connosco, com os outros e com o Universo, podemos criar uma ligação connosco que outrora parecia não existir.

A primeira edição

Este dia começou bem cedo e aconteceu no espaço maravilhoso da Biovilla, um projecto sustentável no Parque Natural da Arrábida, que possibilitou que este evento fosse tudo aquilo que eu imaginei. Na verdade, não podia ter corrido melhor – algo que nunca pensei dizer para um primeiro evento.  Posso dizer que foi um dos projectos mais gratificantes para mim e que foi um sucesso. Muito maior do que alguma vez esperei.

Tenho a agradecer primeiro à equipa maravilha e multidisciplinar: à Sofia Mano, pela pessoa que ela é, pelas suas aulas de Yoga e meditação que são indescritíveis e por me inspirar diariamente;  como também, à Rita e ao André, pelo árduo trabalho na cozinha e fotografia, que foi maravilhoso (tal como eu já sabia que ia ser) e que fez com que toda a gente ficasse com água na boca. Eles são espectaculares e aproveito para falar novamente no seu livro que considero obrigatório ter em casa: Vegan para Todos.

Quero agradecer muito a todo o grupo que foi fantástico, participativo e que nos inundou de boa energia e sem o qual, o dia não teria sido tão incrível.Também, a todas as marcas que nos apoiaram, à Rituals, Maria Granel, Quinta do Arneiro, Samadhi, Casa Brava, Iswari e Apivita. É sem dúvida uma honra ter o vosso apoio neste projecto.

É difícil colocar por palavras aquilo que senti e sinceramente também é impossível exprimir todas as sensações e aprendizagens deste dia. Este foi um espaço onde nos conectamos de uma forma muito pura, num ambiente natural e quase mágico. Onde nos escutámos e exprimimos. Onde aprendemos a olhar para o nosso corpo, a termos consciência dele. Onde olhámos para a nossa vida de uma forma diferente e pensámos em nós com amor. Onde todos os participantes contribuíram com todo o seu ser e onde, cada um de nós, deu um pouco de si. Foram maravilhosas todas as sensações, vibrações e energia sentidas, proporcionadas num ambiente natural e confortável, onde estávamos todos com o mesmo objectivo: Evoluir , deixar um pouco da nossa essência e conectarmo-nos  connosco, com o outro e com  o Universo, a mais pura das energias.

Vê o vídeo no YouTube

E agora? Vamos ao próximo?

O que posso adiantar é que este vai ser o primeiro de muitos, de Norte a Sul do país e temos planos para irmos ao Porto e Algarve.

Por agora, JÁ TEMOS NOVA DATA!

A segunda edição é no dia 27 de Outubro e podes descarregar o programa e as informações aqui :

conectate-programa-2ed

Para já, fica com algumas fotografias tiradas pelo André Nogueira (adoro o seu trabalho, não é por acaso que também fotografou o meu livro ehehe) e que transmitem um pouco de um dos dias mais gratificantes da minha vida <3.

Com amor,

Filipa