Posso dizer que estou na fase da minha vida mas complicada e atarefada de sempre e desde já peço desculpa, por pela primeira vez, não estar a conseguir cumprir os meus posts semanais aqui no blog. Prometo que em Julho já volto em força.

Confesso que várias vezes me questiono se vou conseguir conciliar o mestrado em Psicologia Clínica , com o Terra Maya, Retiro Conecta-te e o livro (sim vou lançar um livro, OMG), que vai estar em pré-venda a partir de dia 5 de Junho no site da FNAC e WOOK. É verdade que ando cansada, que o tempo não estica, mas também me sinto muito realizada e feliz, não há dúvida.

Numa época com tantas responsabilidades em mão, muita gente me pergunta como é que consigo fazer tudo, organizar o meu tempo e ainda ter tempo para cuidar de mim, praticar yoga, exercício fisíco, ter tempo para comer saudável e também para uma vida social minimamente estável – porque tal como disse, o tempo não estica, mas dou o meu melhor.

Como tal, decidi fazer um post com algumas dicas que para mim são essenciais:

Estabelece objectivos e prioridades

Antes de mais, temos de ter muito presente quais os nossos objectivos, se os mesmos são plausíveis ou irreais e quais as nossas prioridades no momento presente. Isto porque, ter objectivos inalcançáveis, a meu ver, só pode levar a sentimentos como frustração e desilusão. Nem sempre vamos conseguir fazer tudo como gostaríamos, por vezes temos de ajustar as nossas metas. Neste momento, por exemplo, como tenho muitos projectos em mão, escrever no blog semanalmente como era sempre um dos meus objectivos, deixou de ser plausível e por isso, tive de me ajustar.

Organiza as tuas tarefas

Seja em papel, no telemóvel ou no computador. Organizar as nossas tarefas é muito importante, principalmente por duas razões: ajuda-nos a simplificar e organizar melhor; tem uma conotação motivadora, quando colocamos aquele «certo», depois da tarefa estar concluída.  Neste caso, eu costumo colocar por ordem de urgência e importância.  Para o telemóvel costumo utilizar a aplicação Google Tasks, que eu adoro.

Escreve todos os teus compromissos

Durante muito tempo não andei com uma agenda atrás porque achava que «a minha cabeça dava para tudo». Hoje em dia confesso, que tal não me é possível,e então, é essencial colocar na agenda logo quando sei que tenho algo marcado – não apenas profissionalmente mas também socialmente – de modo a não me esquecer de nada. Como agenda, eu tenho uma em papel mas costumo utilizar com uma maior frequência o telemóvel, pois este tenho a certeza que está sempre comigo. Como aplicação, para além do calendário habitual, gosto muito da Dreamie Planner (exclusiva android), porque é possível organizar por cores e emojis.

Tira tempo para ti e para o que te faz bem

Este ponto é essencial e é tantas vezes menosprezado. Por vezes temos tantas responsabilidades e actividades que descuramos de nós mesmos, mas para mim, esse é um dos maiores erros que podemos fazer . Se nós não estivermos bem, não vamos conseguir estar a 100% em tudo o que fazemos. Tudo começa em nós e no nosso bem-estar,e tirar 30 minutos do nosso dia, para fazermos algo que nos acalma, que nos deixe felizes ou que seja  prazeroso, pode fazer toda a diferença, em todos os aspectos da nossa vida.

Como tal, devemos organizar o nosso dia, de modo a termos 10 minutos, 30 minutos ou mesmo uma hora, por exemplo, para nós e reservar espaço na nossa agenda. Seja praticar exercício físico, meditar, tomar um banho relaxante, estar com os nossos amigos ou mesmo estarmos sozinhos a ler ou a ver um filme, não deve ser colocado em segundo plano, mesmo que no início pareça impossível termos tempo para isso.

Foca-te no presente

Quando temos muita coisa para fazer, tendemos por vezes a ficar exacerbados com tudo, e quando pensamos muito nisso, podemos ficar muito ansiosos, stressados e preocupados. Devemos sim pensar globalmente, organizar os nossos objectivos, compromissos e tarefas por dia, mas também é muito importante viver um dia de cada vez e pensar naquilo que temos para fazer naquele momento/dia em específico. Quanto mais stressados ficamos com o futuro, menos nos focamos no presente. Quanto menos nos focamos no presente, menos produtivos somos.Tudo se consegue, o segredo está na forma como organizamos a nossa vida.

Espero que gostes,

Filipa